7.8.12

Pimentos recheados para um fim de tarde

Pimentos recheados

Às vezes quer-se muito. Antecipa-se o que vai ser a partir do que já foi. É assim com as férias no sítio do costume. Anteve-se cada passo, cada garfada, cada fim de tarde. É uma ansiedade boa. De quem volta a um lugar a que também chama seu. Leva-se um milhão de coisas para fazer, iguais a sempre, novas como nunca. Invariavelmente a vida tem outros planos. Adaptamo-nos. Encontramos na chegada razões para não poder partir. Fazemos em terra uma ode marítima. Por mares nunca dantes navegados.

Pelo caminho, olha-se para os lados em busca de histórias para contar. Leva-se para casa um ramo de recordações. E lá se vai seguindo.

Verão na praia

Chegamos a bom porto quando os dias encontram as suas rotinas. Quase gostamos desta nova vida: leituras à beira-mar, almoços ligeiros, caminhadas na Ria, café e bolos n'A Casa da Isabel. E no dia seguinte mais do mesmo, com a eventual passagem pelo mercado e pela padaria.

Há maneiras piores das férias não nos correrem como planeado.

fim de tarde
Pimentos recheados



Pimentos recheados com porco e azeitonas

serve 2

2 pimentos vermelhos pequenos, com o pé
100 g carne de porco, picada
1 dente de alho pequeno, picadinho
8 azeitonas pretas, descaroçadas e picadas
1 colher (chá) coentros picados
1 colher (sopa) azeite
1 cenoura pequena ralada
3 colheres (sopa) molho de tomate (ou polpa)
sal e pimenta preta moída na altura
2 colheres (sopa) queijo Gruyère (ou outro para gratinar)

Pré-aqueça o forno a 160ºC. Corte os pimentos ao meio (longitudinalmente). Aqueça o azeite com o alho e aloure a carne durante 3-4 minutos. Junte a cenoura picada e o molho de tomate. Deixe cozinhar 5 minutos em lume brando. Tempere com sal e pimenta. Adicione as azeitonas e os coentros picados.

Recheie as metades de pimento, deite uma colher de sopa de água no fundo e cubra com papel de alumínio. Leve ao forno por 20 minutos. Ao fim deste tempo, retire o alumínio, polvilhe com o queijo e leve a gratinar 8-10 minutos ou até o queijo estar derretido.

Sirva com cuscuz.

8 comentários:

  1. Ai Suzana, como me identifico com este teu texto! É isso precisamente que eu sinto e não é só em relação às férias.
    Adorei a tua sugestão, e as fotos... sempre maravilhosas :)
    Beijinhos enormes

    ResponderEliminar
  2. Hmm que imagens relaxantes.. Adorei a receita! beijo

    ResponderEliminar
  3. Gosto de te ler Suzana :)
    Por momentos pensei nas minhas férias, nas pequenas rotinas que associo a certos sítios e imagens. E identifico-me com o teu texto delicado. Deliciosa receita.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Ora pois, adaptar é a palavra de ordem. Confesso que por vezes necessito de fazer um esforço mas acabo sempre por me adaptar e por gostar do rumo que as coisas levam. Porque resistir à mudança nunca é uma boa opção dado que a vida está em constante mudança. A vida, as férias, nós, o mundo.
    E com isto declaro que tenho que me adaptar aos pimentos recheados. Já estou farta dos tomates :D

    ResponderEliminar
  5. Sem nos apercebermos, o não correr como planeado pode ser a melhor forma das coisas correrem... Tanto que se descobre de novo assim, sem planear... :)
    Adorei as fotos :)

    ResponderEliminar
  6. Esta semana fiz courgettes recheadas com carne mas os pimentos também me agradam tanto que, para a próxima, vou pensar neles :)

    ResponderEliminar
  7. A antecipação, a expectativa... esse bichinho poderoso!
    Bem alimentado pois então, com estes pimentos recheados que me encheram as medidas.
    Bj grande. :)

    ResponderEliminar
  8. Agradam-me muito pratos assim :D a última vez que fiz utilizei portobellos, óptimo também!
    beijinho

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!